Quais os efeitos da cirurgia plástica no organismo.

Tempo de leitura: 4 minutos

Quais os efeitos da cirurgia plástica no organismo.

As cirurgias plásticas convencionais e a lipoaspiração, por se constituir em uma técnica invasiva, representam uma agressão que provoca uma reação em cadeia em todo o sistema de defesa do corpo e danifica toda a rede linfática periférica e alguns vasos linfáticos superficiais dificultando o escoamento linfático e também o escoamento do líquido residual deixado pelas cirurgias, bem como o seroma formado pelo organismo, esse processo faz com que o organismo entre em ação enviando para o local agredido células especializadas para combater a infecção, como leucócitos, linfócitos, macrófagos, entre outros.  Também vão para o local as plaquetas, cuja função é vedar os locais que foram invadidos pela cânula. O organismo libera fibrina, que é uma proteína polimerizada insolúvel, que forma uma rede de fibras ao redor das plaquetas que se fixaram nas bordas do ferimento umas as outras. A rede envolve-se nas células sangüíneas e se contrai, expulsando o soro e deixando o coágulo mais ou menos sólido (nódulos). Desta forma, quanto maior a quantidade de gordura retirada, maior será a agressão e, conseqüentemente, maior será a reação do organismo. Neste caso, tem início um processo de cicatrização irregular, que tende a formar uma fibrose subcutânea, fazendo aderências que prendem a pele ao músculo. As depressões, ondulações e assimetrias, em alguns pacientes, ficam visíveis logo na primeira semana, em outros, após duas ou três semanas devido ao edema. À medida que este vai sendo eliminadas as irregularidades da cicatrização começam a aparecer. E para um bom resultado de qualquer cirurgia plástica têm que fazer a drenagem linfática e se precisar usar as eletroterapias especificas para cada intercorrências cirúrgica.

Vou mostrar duas funções fundamentais da drenagem linfática.

A limpeza e a desintoxicação do organismo.

A limpeza e a desintoxicação do organismo mantêm as macromoléculas em níveis normais de concentração, auxilia na reeducação do sistema linfático; previne a alterações circulatórias; restabelece ou acelera a circulação linfática; aumenta a motricidade do linfagion; e ativa os capilares inativos

E nos pós-cirúrgico acelera a absorção do líquido infiltrado e seroma.

A linfa é capturada pelos capilares linfáticos onde é feita a pressão, a linfa superficial é direcionada para vasos próximos e conduzida para dentro, ou seja, para o interior da região que está sendo drenada (a referência baseia-se no exemplo pratico da água do chuveiro que escorre para o ralo), não há necessidade de preocupar-se com a direção do líquido, pois ele encontra o caminho e chega ao seu destino final automaticamente.

Isso serve para esclarecer que a linfa é capturada pelos tecidos periféricos, e forma uma anastomose com um vaso saudável próximo à área traumatizada e é direcionada para dentro em direção aos vasos profundos. Esse processo fisiológico acontece diariamente no nosso organismo e pode ser potencializado com as drenagem linfáticas, nos pós-cirúrgicos na primeira semana pode ser feito todos os dias da segunda semana em diante de acordo com a avaliação do profissional e do médico, cada cliente reage de forma diferente cada uma tem seu tempo de reparo cirúrgico, não existe uma receita de bolo, o profissional tem que ter habilidade e saber o que fazer e quando fazer, nos pós cirúrgicos essas decisões são fundamentais para um bom resultado.

Para você que ficou ate o final deste artigo pode perceber que estamos evoluindo muito em nosso aprendizado de pós-cirúrgico estou muito feliz em poder dividir com vocês toda a minha experiência de mais de 29 anos, vimos aqui à importância da drenagem linfática suas principais funções que são limpeza e desintoxicação, vimos também que a drenagem é um processo fisiológico e que nós profissionais de estética podemos dar uma ajuda para eliminar mais rápido as toxinas.

E se você deseja saber mais sobre pós-cirúrgico e de como se aprofundar nesse assunto cadastre seu email na nossa lista vip neste blog para receber os nossos conteúdos em primeira mão assine meu canal no youtube toda semana vou colocar um vídeo sobre algum assunto pós-cirúrgico, e também você pode curtir minha pagina no Facebook.

Baixe agora seu  E-book sobre como fazer os moldes de E.V.A e espuma ensinando o passo a passo de como fazer para cada cliente, desta forma você vai ter um diferencial e ainda por cima aumentar seu faturamento.

Um abraço e ate breve.

Luciene Martins.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.